12/09/2013

Lições para desaprender

Daqui alguns anos não lembraremos da péssima campanha do Corinthians no Brasileirão 2013.

A história dirá que o Campeão Mundial de 2012 conquistou 2 títulos na temporada seguinte: O Paulista e a Recopa.

Tite será lembrado como um técnico campeão, sombra maldita para qualquer técnico que venha depois. Nada de empates ridículos e derrotas bestas. Apenas o resumo positivo e a pergunta: Porque ele foi embora?

Um time soberbo, de barriga cheia, apático… tolerável apenas pela ótima temporada passada. Afinal chegar ao ponto mais alto é fácil, complicado é se manter.

Pra ajudar, o campeonato não será lembrado pela campanha péssima e nem por um turno inteiro de empates, mas pela selvageria que aconteceu na partida entre o Atlético-PR e o rebaixado Vasco.

O desafio para o próximo ano é agregar qualidade ao elenco e fazê-lo jogar. Objetivo é conquistar títulos que nos leve até a Libertadores, seja pela Copa do Brasil, seja pela Sulamericana ou até o Brasileiro.

Porém, apesar de soar obsessivo essa coisa de chegar na Libertadores, o que se justifica pelo lado financeiro. Estar nessa competição agrega valor a patrocínios e até visibilidade para negociar jogadores.

E não me venha falar de títulos passados, pegaremos no pé sim, não adianta ficar no Bonsenso FC e ser sócio do Chinelinhos FC. Jogador ganha e muito bem para fazer o que faz com raça e vontade.

Que 2014 venha para brindar nossa nova arena, mas acima de tudo, deixar para trás esse retrospecto mediocre de um elenco que tinha obrigação de pelo menos, estar entre os 5 maiores e não na 10º colocação.

#VaiCorinthians

Postar um comentário