8/15/2012

Don´t cry for me, Vila Sônia!

E mais uma vez a turma da Vila Sônia começou o #mimimi com relação à venda de Lucas, ex-Marcelinho para o PSG.

Primeiro, imputou má conduta ao diretor de seleções, Andrés Sanchez, por ter tentado atravessar a negociação. Diz a mídia podre que ele desejava comissionamento, num maluco esquema que envolveria Wagner Ribeiro, Carlos Leite e Mano Menezes.

Depois exigiu de Marin, o presida da CBF, que demitisse Sanchez por conta da falta de credenciamento dos agentes de Lucas, o que atrasou a assinatura do contrato. Alegam que houve pesos distintos na negociação de Oscar, em que os agentes tinham credenciais.

Com o contrato firmado e não satisfeitos, divulgaram os valores de negociação para a imprensa, justamente para afirmarem que o Corinthians nada receberia, pois segundo o departamento jurídico deles, Lucas nunca foi registrado pelo Corinthians na FPF em competições amadoras.

Porém a divulgação dos valores apenas fez a cúpula do pessoal da Vila Sônia entrar em parafuso, pois tem diretor que diz que o dinheiro já está na conta, o clube diz que não recebeu ainda e questionado, o Juvenal preferiu apenas dizer que tinha feito um ótimo negócio.

De acordo com a FIFA, o clube formador tem direito a 5% de uma negociação internacional se o atleta atuou dos 12 aos 23 anos. Lucas chegou com 10 e saiu antes dos 14, ficando 1 ano e 4 meses, assim teria o Corinthians direito a 0,26% da transação, cerca de R$ 280 mil.

Segundo Duílio, o caso é simples, pois existem muitas coisas que provam a permanência do jogador no clube e como não existe contrato nessa idade, não é obrigatório ter o atleta participado das competições.

Resumindo, o pessoal da Vila Sônia diz que o Brasil perdeu o ouro por pseudo censurar e retardar Lucas de fechar o contrato com o PSG, que o diretor de seleções foi clubista e que queria comissionamento, além de engrossar que o Corinthians não tem direito algum à negociação, que eles mesmo divulgaram o valor, ou seja, puro #mimimi.

O ano paulista de 2012 tem o Santos como Campeão Paulista, o Corinthians como Campeão da Libertadores, o Palmeiras como Campeão da Copa do Brasil e o São Paulo, Campeão na negociação e na chorareida!

Postar um comentário